Lista de nomes
Pesquisa
  OK
Morto e desaparecido
Audiovisual
Bibliografia
Eventos
História
Legislação
Notícias
Eremias Delizoicov
Ficha Pessoal  
   
Dados Pessoais  
Nome: Eremias Delizoicov
Cidade:
(onde nasceu)
São Paulo
Estado:
(onde nasceu)
SP
País:
(onde nasceu)
Brasil
Data:
(de nascimento)
27/3/1951
Atividade: Estudante secundarista
   
Dados da Militância  
Organização:
(na qual militava)
Vanguarda Popular Revolucionária VPR
Brasil
Nome falso:
(Codinome)
Raul de Lima Junior, Alexandre Carlos de Lima Junior, Manuel
Morto ou Desaparecido:
Morto
16/10/1969
Rio de Janeiro RJ Brasil
R. Tocopi, 59, Vila Cosmos
Clandestinidade
   
Dados da repressão  
Orgãos de repressão
(envolvido na morte ou desaparecimento)
Departamento de Operações Internas - Centro de Operações de Defesa Interna/RJ DOI-CODI/RJ RJ Brasil
Médico legista:
(envolvido na morte ou desaparecimento)
Elias Freitas, Hygino de Carvalho Hércules
   
Biografia  
   
Documentos  
Artigo de jornal
Transcrição do artigo intitulado: As torturas são aplicadas no Brasil sob a direção do Exército nos quartéis e nas dependências de todas as organizações policiais. Prensa Latina, Santiago do Chile, 21 nov. (sem identificação do ano). Informa que a Frente Brasileira de Informações, criada para romper a censura imposta pelo regime militar do Brasil, com sede em Paris, encaminhou a este jornal comunicado sobre os métodos selvagens aplicados aos presos políticos, sobre a morte de mais de 40 trabalhadores, estudantes e camponeses. Dentre as mortes, cita o conhecido líder guerrilheiro, Carlos Marighella, chefe da Ação Libertadora Nacional (ALN) e iniciador da luta armada no país. Outras mortes causadas pelos militares citadas no documento são: o ex-sargento João Lucas Alves, Severino Viana Colon, José Araújo Nóbrega (que era de fato, Eremias Delizoicov, mas foi identificado pela repressão como sendo deste outro militante), Hamilton Cunha e Fernando Borges de Paula Ferreira. O documento pertence ao arquivo do DOPS.

Foto
Foto do corpo, encontrada no DOPS/RJ.

Foto
Foto original e preto e branco de busto.

Foto
Foto original e preto e branco do corpo.

Relatório
Documento do Serviço de Informações do DOPS, de 17/12/69. Informa que Eremias invadiu as instalações transmissoras da Rádio Nacional de São Paulo e que era membro da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). O documento apresenta os códigos de onde as informações foram retiradas.

Relatório
Lista do DOPS contendo 70 itens com nomes de pessoas (muitos se repetem), seguidos de codinomes e condição (preso, liberado, banido ou morto). Dez desses nomes podem ser identificados dentre os mortos e desaparecidos políticos pela ditadura militar: Helenira Rezende de Souza Nazareth, Yoshitane Fujimori, Carlos Lamarca, Eremias Delizoicov, Eduardo Collen Leite, Joaquim Câmara Ferreira, Arno Preis, Maria Augusta Thomaz, Márcio Beck Machado, Aylton Adalberto Mortati.

Relatório
Documento do DOPS, de 17/12/69. Informa que o corpo identificado em princípio como sendo do sargento Nóbrega, foi identificado por dactilocopista da polícia como de Eremias.

Relatório
Página 2 de documento com denúncia de organizações de esquerda encontrado no arquivo do DOPS/SP. Possui lista dos brasileiros assassinados pela ditadura militar, cita três brasileiros inválidos e artigo do Estado de São Paulo de 13/05/70, questionando sobre pena de morte no Brasil em virtude de comissão especial de justiça a ser designada para julgar quatro acusados de terrorismo em Olinda, PE, que poderá condená-los à pena de morte. Na lista dos brasileiros assassinados constam: Carlos Marighella, Edson Luiz, José Guimarães, João Roberto, Chael, Padre Henrique (Antônio Henrique), Bernardino Saraiva, Carlos Roberto Zanirato, Carlos Schirmer, José de Souza, João Lucas Alves, Manuel Alves de Oliveira, Pedro Inácio de Araújo, Hamilton Cunha, Severino Melo, Severino Viana Colon, Reinaldo Pimenta, Fernando Ruivo (Fernando Borges de Paula Ferreira), Virgílio Gomes, Mário Alves, além de José Araújo Nóbrega.

Relatório
Parte de documento, encontrado no arquivo do DOPS, de organização de esquerda contendo denúncias de mortes, violências e ilegalidades cometidas pela ditadura militar. Comenta que, para a ditadura defender-se, viola as leis que ela própria elaborou, entregando o comando da repressão a órgãos clandestinos como o DOI-CODI e a OBAN e cita nomes de pessoas mortas ou desaparecidas por estes órgãos, como: Marighella, Edson Luís, José Guimarães, João Roberto, Padre Henrique (Antônio Henrique Pereira Neto), Bernardino Saraiva, João Domingues da Silva, Carlos Schirmer, Marco Antônio Braz Carvalho, Pedro Inácio de Araújo, Hamilton Cunha, Eremias Delizoicov (considerado aqui como ex-militar morto no Rio), Carlos Roberto Zanirato, Antônio Raymundo Lucena, José Wilson Lessa Sabag, José Roberto Spiegner, Dorival Ferreira, José Idésio Brianezi e Juarez P. de Brito.

Termo de declarações
Documento da Comissão de Justiça e Paz de São Paulo, de 18/10/90. Informações prestadas por Demétrio Delizoicov Neto, irmão de Eremias. Traz biografia de Eremias, descrição das circunstâncias em que se deram sua morte, cita as prisões que o pai sofreu para dizer o paradeiro de seu irmão e a falta de esclarecimento, por parte das autoridades, sobre a morte do mesmo.

Artigo de revista
Morte só anunciada. Isto É Senhor, São Paulo, 7 maio 1980, p. 40-45. Discute se a polícia sabia, ou não, que estava enterrando Eremias Delizoicov com o nome de José Araújo da Nóbrega.

Certidão de óbito
Documento emitido pelo Cartório do Registro Civil de São Cristóvão, em Rio de Janeiro, RJ, de 26/04/93.

Ofício
Documento da Seção de Informações da Coordenação de Informações e Operações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, de 11/12/69. Identificação do corpo de Eremias, que havia sido identificado como sendo do Sargento Nóbrega.

Depoimento
Breve biografia, escrita por Demétrio Delizoicov Neto, irmão de Eremias, de 05/87.

Parte de livro
Teles, Janaína (org.). Mortos e desaparecidos políticos: reparação ou impunidade? São Paulo: Humanitas - FFLCH/USP, 2000. p.172-176. Lista de nomes dos presos políticos cujas famílias receberam indenização do governo por este ter assumido a responsabilidade pela morte ou desaparecimento dos mesmos.


voltar
EREMIAS DELIZOICOV - Centro de documentação | DOSSIÊ - Mortos e Desaparecidos Políticos no Brasil
2002 - 2007 Todos os direitos Reservados