Lista de nomes
Pesquisa
  OK
Morto e desaparecido
Audiovisual
Bibliografia
Eventos
História
Legislação
Notícias
Wilson Silva
Ficha Pessoal  
   
Dados Pessoais  
Nome: Wilson Silva
Cidade:
(onde nasceu)
São Paulo
Estado:
(onde nasceu)
SP
País:
(onde nasceu)
Brasil
Atividade: Físico
UniversidadeUniversidade de São Paulo USP
   
Dados da Militância  
Organização:
(na qual militava)
Ação Libertadora Nacional ALN
Brasil
Prisão: 22/4/1974
São Paulo SP Brasil
Morto ou Desaparecido:
Desaparecido
22/4/1974
Brasil
Clandestinidade
   
Dados da repressão  
Orgãos de repressão
(envolvido na morte ou desaparecimento)
Departamento de Operações Internas - Centro de Operações de Defesa Interna/RJ DOI-CODI/RJ RJ Brasil
   
Biografia  
   
Documentos  
Artigo de jornal
Bernardo à procura da irmã assassinada. Gazeta de Pinheiros, São Paulo, 16 set. 1990, p. 5. Caderno A. Entrevista do irmão de Rosa sobre o desaparecimento da mesma.

Foto
Foto original e preto e branco de busto.

Relatório
Parte de relatório, de 17/11/75, pertencente ao arquivo do DOPS. Traz informações sobre a denúncia que Bernardo, irmão de Ana Rosa Kucinski, fez à Comissão de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), sobre o desaparecimento da mesma e de seu marido, Wilson Silva.

Relatório
Documento do Comando do II Exército, de 4/10/74. Traz informações sobre a dúvida que os órgãos de segurança tinham a respeito do desaparecimento de Wilson. O documento tem carimbo do DOPS.

Livro
Comitê Brasileiro de Anistia e Comissão de Familiares de Desaparecidos Políticos Brasileiros - familiares, amigos e ex-militantes da Ação Popular Marxista-Leninista (APML). "Onde estão? - desaparecidos políticos brasileiros". 44 p. Possui a foto de Honestino Monteiro Guimarães à capa, presidente da UNE em 1973 e um dos militantes visados pelo regime militar, além da biografia e documentos referentes a outros mortos ou desaparecidos pela repressão de 1968 a 1973. Material produzido por volta de 1983 como homenagem e instrumento de luta para que estes fatos não voltem a acontecer e para que sejam prestadas contas sobre o paradeiro destas e muitas outras pessoas. Inclui transcrição de alguns artigos de jornais sobre desaparecidos políticos e listas com nomes dos desaparecidos e mortos políticos desde 1964.

Termo de declarações
Depoimento de Bernardo Kucinski, irmão de Ana Rosa, em 20/09/90, à Cúria Metropolitana de São Paulo, sala da Comissão de Justiça e Paz de São Paulo, descrevendo as circunstâncias em que se deu o desaparecimento de Rosa e Wilson.

Folheto
Biografia sobre o casal Ana Rosa Kucinski e Wilson Silva produzida pela família de Ana Rosa, pelo Centro Acadêmico Heinrich Rheinboldt e pelo Comitê Brasileiro de Anistia, provavelmente em 1979. Acompanha várias fotos.

Ficha pessoal
Documento do DOPS, sem data, com alguns dados pessoais de Wilson. Apresenta o número das pastas em que essas informações foram retiradas.

Artigo de revista
Longe do ponto final. Isto É, São Paulo, 8 abr. 1987, p. 24-25. Artigo incompleto. O psicanalista Amílcar Lobo, único membro dos grupos de tortura a reconhecer os crimes cometidos, joga novas luzes sobre as torturas ocorridas nos porões do quartel da Polícia do Exército (PE) e sobre pessoas que estão oficialmente desaparecidas e que foram torturadas neste quartel.

Legislação
Lei 9.140/95. Diário Oficial, Brasília, n. 232, 5 dez. 1995. Reconhece como mortas pessoas desaparecidas em razão de participação, ou acusação de participação, em atividades políticas, entre 02/09/61 a 15/08/79, e que por este motivo tenham sido detidas por agentes públicos, achando-se, desde então, desaparecidas, sem que delas haja notícias. No Anexo I desta Lei foram publicados os nomes das pessoas que se enquadram na descrição acima. Ao todo são 136 nomes.


voltar
EREMIAS DELIZOICOV - Centro de documentação | DOSSIÊ - Mortos e Desaparecidos Políticos no Brasil
2002 - 2007 Todos os direitos Reservados