Lista de nomes
Pesquisa
  OK
Morto e desaparecido
Audiovisual
Bibliografia
Eventos
História
Legislação
Notícias
Antônio Sérgio de Mattos
Ficha Pessoal  
   
Dados Pessoais  
Nome: Antônio Sérgio de Mattos
Cidade:
(onde nasceu)
Rio de Janeiro
Estado:
(onde nasceu)
RJ
País:
(onde nasceu)
Brasil
Data:
(de nascimento)
18/2/1948
Atividade: Estudante universitário
UniversidadeUniversidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ
   
Dados da Militância  
Organização:
(na qual militava)
Ação Libertadora Nacional ALN
Brasil
Associação de Auxílio aos Reclusos AURES
Movimento Armado Revolucionário MAR
Brasil
Nome falso:
(Codinome)
Gilberto Souza de Almeida, Moreno
Morto ou Desaparecido:
Morto
23/9/1971
São Paulo SP Brasil
R. João Moura, altura do n. 2358, Sumarezinho
Clandestinidade
   
Dados da repressão  
Agente da repressão:
(envolvido na morte ou desaparecimento)
Alcides Cintra Bueno Filho
Médico legista:
(envolvido na morte ou desaparecimento)
Antônio Valentini, Isaac Abramovitch
   
Biografia  
   
Documentos  
Artigo de jornal
Quem é quem nos novos cartazes do terror. Jornal da Tarde/O Estado de S. Paulo, São Paulo, (sem data), p. 14. Trata dos cartazes que foram distribuídos pela polícia com a foto de cinqüenta e duas pessoas procuradas por ações políticas. Os órgãos de segurança acreditavam que os movimentos subversivos passavam por uma crise que os levaria à extinção. O artigo traz a lista das organizações de esquerda mais atuantes, além de um rápido comentário sobre cada um dos procurados. Entre eles estão: Hiroaki Torigoi, Iuri Xavier Pereira, Gastone Lúcia Carvalho Beltrão, Alex de Paula Xavier Pereira, Onofre Pinto, Ana Maria Nacinovic Corrêa, Stuart Edgard Angel Jones, Antônio Sérgio de Matos, Walter Ribeiro Novaes, Getúlio d'Oliveira Cabral, Sérgio Landulfo Furtado, Carmem Jacomini, José Milton Barbosa.

Foto
Foto do corpo numerada, encontrada no IML/SP. Está identificada como "desconhecido-terrorista".

Foto
Foto original e preto e branco de rosto.

Relatório
Informação confidencial do Exército, Rio de Janeiro, de 03/02/72, para vários órgãos de segurança sobre a Ação Libertadora Nacional (ALN). Traz o resumo de depoimentos, que segundo a polícia teriam sido prestados por Hélcio Pereira Fortes, morto em São Paulo ao tentar fugir em um "ponto". São citados: Hélcio Pereira Fortes, Arnaldo Cardoso Rocha, Sérgio Landulfo Furtado, Antônio Sérgio de Mattos, Mário de Souza Prata, Marcos Nonato da Fonseca, Paulo de Tarso Celestino da Silva, Aurora Maria do Nascimento, Ísis Dias de Oliveira, Antônio Carlos Nogueira Cabral, Alex e Iuri Xavier Pereira, José Miltom Barbosa, Aldo de Sá Brito, Getúlio d'Oliveira Cabral e James Allen Luz. Há ainda informações sobre vários militantes como Josephina Vargas Hernandes, mulher de Luiz Almeida Araújo, que estaria grávida, morando na Guanabara.

Relatório
Relatório produzido pelo Comitê de Solidariedade aos Presos Políticos do Brasil em 02/73. Denuncia mortes de presos políticos aos Bispos do Brasil. Documento apreendido pelo DOPS em poder de Ronaldo Mouth Queiroz.

Ficha pessoal
Documento do Centro de Informações da Marinha (CENIMAR), sem data, com nome de Gilberto Souza de Almeida, com foto de rosto. O documento apresenta carimbo do DOPS.

Ficha pessoal
Documento da Delegacia de Ordem Política e Social, de 14/06/71. Informa que Antônio pertencia a Ação Libertadora Nacional (ALN), era acusado de participar de assalto a banco, estava sendo julgado pela 1ª Auditoria da Aeronáutica do Rio de Janeiro e que consta como morto.

Laudo de exame de corpo delito
Laudo de exame do IML/SP, de 12/10/71, realizado por Isaac Abramovitc e Antonio Valentini.

Requisição de exame de cadáver
Requisição de exame ao IML/SP, solicitada pelo DOPS/SP, em 23/09/71. Consta que faleceu em conseqüência de ferimentos recebidos em tiroteio, ao tentar roubar jipe do Exército. Há duas cópias, uma com o "T" manuscrito indicando tratar-se de pessoa considerada "terrorista".

Impressões digitais
Documento do Serviço de Identificação de São Paulo, sem data, com impressões digitais.

Ofício
Documento do Centro de Informações da Marinha (CENIMAR), de 27/10/70. Informa o nome falso utilizado por Antônio e traz fotografia de rosto do mesmo. O documento apresenta carimbo do DOPS.

Ofício
Documento do IML/SP ao administrador do cemitério de Perus, de 29/09/71, pedindo que seja inumado o cadáver de Antônio.

Cartaz
Documento intitulado "Bandidos terroristas procurados pelos órgãos de Segurança Nacional", exibindo várias fotos seguidas de nome, codinome e organização de cada pessoa. Possui carimbo do DOPS.


voltar
EREMIAS DELIZOICOV - Centro de documentação | DOSSIÊ - Mortos e Desaparecidos Políticos no Brasil
2002 - 2007 Todos os direitos Reservados